Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

O SOL

Av. Litorânea - Niterói 






Que pessoa qual é ela
Que diz não dizendo sim?
É a que diz que amarela
É a cor do carmesim.

Numa esquadra de polícia
Não basta a oralidade
Só é prova de perícia
Bilhete de identidade.

Que um dito não tem sentido
Comprova-se com acção
Não se faz um desmentido
Dizendo apenas que não.

Ao falar sobre a verdade
Cada um terá a sua
Mas só na frontalidade
Há verdade nua e crua.

Sei que o meu rimar não presta
Porque não vivo na lua
Vivo apenas numa rua
Em que o Sol dá uma festa!

Nem há janelas prá rua
Disse um dia um locutor
Se a chuva inda continua
Não sabemos não senhor!