Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

UMA SEREIA



Não sei se por azedume
Ou por falta de confiança
Versos de amor sem queixume
Não me chegam à lembrança.

Tenho o coração fechado
Como uma flor que secou
Já não vivo enamorado
Como em tempo que passou.

Nem sol nem mar nem a lua
Me despertam interesse
Dentro de mim tudo arrefece
Como quem dorme na rua!

Falta-me um olhar ardente
Que troque a minha apatia
Pela sublime iguaria
Do amor sempre presente.

Talvez alguma sereia
Ao beijar em mim derrame
O desejo que incendeia
E o amor por fim me chame.