Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

UMA NINFITA



Trepou-lhe para os joelhos
Uma ninfita dos diabos
E ao genital aparelho
Encostou-lhe bem o rabo.

Nas nádegas apertou
O pénis inda discreto
Que aos poucos se avolumou
E ficou de todo erecto.

Muito bem dissimulada
Da braguilha libertou
A erecção esfomeada
Que de pronto a penetrou.

Num agitar disfarçado
Como muito bem sabia
Ela subia e descia
O membro todo empolgado.

Pra que não houvesse danos
Da vagina desviou
O membro que dentro do ânus
O sémen depositou.

Uma ninfita atrevida
Que em breve irá fenecer
E terá um caixão vivo
No seu corpo de mulher