Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

A LUZ QUE BRILHA ÀS AVESSAS



Afugenta a palavra, qual tropeço,
O cordeiro inimigo, maculado,
Escorpião, veneno inoculado,
A pedra pontiaguda de arremesso...

Fútil vaidade humana sem promessas!
Tu vens das catacumbas asquerosas,
Trazes reminiscências escabrosas,
Tu és a luz que brilha às avessas...

Imersão em areias movediças,
Levantar de cabeça atrofiada,
Ranger de ferrugentas dobradiças

Escondes a aflição desmesurada,
Confrangedor alerta sem premissas
Numa atitude à morte condenada!