Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

O GATO

gato.jpg






Uns acham-lhe muita graça
Outros chamam-lhe Araújo
Mas cá para mim não passa
Duma graça de sabujo...

Terá graça porventura
Desrespeitar as crianças
Envolvendo-as em andanças
Com pornografia à mistura?

Uma situação invertida
Não tem graça por milagre
Talvez seja humor alarve
Mas não graça bem urdida.

As crianças vulneráveis
São vítimas de gracinhas
Que nada têm de amáveis
Nem são nada engraçadinhas.      

Meta a viola no saco
Leia outra vez Dom Quixote
Somente um artista nato
Sabe dizer um dixote!

Ora bolas para o gato
Cada vez cheira mais mal
É tão fedorento e chato
O raio do animal!

1 comentário

Comentar post