Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

O CONSCIENTE

 







Nem mesmo os mais imprudentes
Irão pra uma viagem
Sem que levem na bagagem
As coisas convenientes.

Em meio a quatro paredes
E numa fita magnética
Enleia-se numas redes
Uma cabeça patética.

Não será por altivez
Nem pra manter a distância
Que se fecha em tal mudez
Que até parece arrogância...

Bloqueia-a o consciente
Que a conhece muito bem
E vê que nela anda ausente
A ciência que convém.

Não difere do consciente
O cérebro que o contém
Se o cérebro está doente
O consciente também!

Só faz como gosta e sabe
E oferece o que tem
Quem o seu coração abre
E nada deve a ninguém!