Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

JÁ ENTÃO EU APRENDIA



Inda menino de berço
Aos meus ouvidos chegavam
As cantiguinhas em verso
Que ao redor de mim cantavam.

Já então eu aprendia
A falar também em verso
Esse falar de magia
Que enquanto viver não squeço .

Do primário os versinhos
Que às vezes ouvia e lia
Iam abrindo os caminhos
Ao rimador que crescia.

E sempre pla vida fora
Ouvindo e lendo poesia
Fui alcançando a mestria
Dos versos que faço agora...

É ter cabeça pequena
Julgar saber poetar
Sem ter ouvido cantar
Ou dizer qualquer poema...

1 comentário

Comentar post