Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

AINDA O SILÊNCIO...



O silêncio distendido
Plas montanhas da cadeia
É somente interrompido
Pelos sinos duma aldeia.

Macio como o tecido
Sob a mão que acaricia
Desprende-se uma acalmia
Do silêncio bem urdido.

Mais abaixo intemporal
Do sol a luz reverbera
Dissolvendo a longa espera
No silêncio natural.

Não o silêncio mediano
Vertido em linhas prosaicas
Quais religiosas laicas
Que o santo tornam profano.

Resultado da atitude
Livre de loquacidade
O silêncio a virtude
Perene de novidade...