Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

GRAÇA SEM GRAÇA



Atravessando uma estrada
Avistei uma sobrinha
Que logo ficou parada
A olhar pra donde vinha.

Outro rumo não convinha
Tão pouco voltar a atrás
Que ganhou minha sobrinha
Perturbando a minha paz?

De nome chama-se Graça
Mas não tem graça plausível
As manobras que ela faça
Pra se tornar invisível...

Só faltava a nulidade
Dar-se uns ares de importância
Jamais a mendicidade
Será fruto da abaundância.

Tanto fala o mudo rico
Como o mudo vagabundo
Também pertence o penico
Aos objectos deste mundo...