Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

POR ENGANO



Se os frutos nunca consomes
Da árvore que tanto abanas
Nem à sua sombra dormes
A quem é que tu enganas?

Nada é mais abençoado
Do que olharmos mais além
Caminhar por todo o lado
Sem fugirmos de ninguém...

Se a lua pouco blilhou
No dia em que tu nasceste
Não fui eu quem lhe roubou
A luz que não recebeste...

Não sou teu gémeo germano
Não te devo o que não és
Nem tiro chão a teus pés
Não me acuses por engano...

No rumo que as nossas vidas
Tomaram tão desigual
Se coisas há que estão mal
Não serão a mim devidas!