Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

REBATE FALSO



Como o pássaro que voa
Não tem rasto atrás de si
Um amor que eu antevi
No silêncio se esboroa.

Um infeliz rebate falso
Agarrou minha garganta
E à guisa de cadafalso
Corta separa e arranca.

Como as tertúlias nocturnas
Os meus achaques seroam
Quais romarias diurnas
Densas trevas me povoam.

Ulisses nau à deriva
Procuro um pouco de solo
Que fútil de mim se esquiva
Nas águas do desconsolo.

Não brilha o Sol nem a Lua
Nem o mar se encontra plano
A minha nau não flutua
Imergiu no desengano.

Perdeu-se a única via
Que me desse algum alívio
Veneno sem lenitivo
Uma esperança vazia!