Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

SEMEADOR DE ILUSÕES



Julgava conhecer a tua vida
E ainda mais saber quem tu és
Vã ingenuidade perdida
Vela solta do gurupés.

São pontiagudos vítreos pedaços
As palavras ditas que tu lês
Caminhos trespassados de fortes laços
Que pisas onde quer que ponhas os teus pés.

Densas camadas e mais camadas
Ao longo do teu ser tu sobrepões
Semeador incauto de fúteis ilusões
Casa de portas sempre fechadas.

Espessas amarras eternamente
Prendem-te o barco que devia navegar
Estás aqui mas vives ausente
Não lês as palavras do teu falar...

O céu estará sempre encoberto
Não enxergando o que se alonga na distância
Perdem-se os teus olhos no que vês perto
Pouco sabes menor é a tua ignorância!