Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

UMA MAGRICELA

Era uma magricela

Por quem ninguém dava nada

Mas quem vivia com ela

Tinha vida regalada.

 

Com a suave mão de cetim

Ia lapidando ofegante

E nos lábios carmesim

Escondia-lhe o diamante.

 

Mantinha-lhe o vigor de moço

Alternando-lhe o abrigo

Ora abaixo do umbigo

Ora no sopé do dorso.

 

Definhado anda agora

Que se acabou a energia

De moço naquele dia

Em que ela se foi embora...