Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VERSOS RIMADOS

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

Versos de amor, de crítica, de meditação, de sensualidade, criados ao sabor da rima e da métrica pelo autor do blog...

UMA MADRASTA

Interrogo-me sobre o meu destino

Que se apressa em direcção ao fim

Esforço-me porém não atino

Com saber o que vai ser de mim.

 

Poucas as alegria o negrume

Adensa-se com o correr do tempo

Pouco mais sendo do que queixume

A vida perde-se qual cinza ao vento.

 

Resta a esperança é fácil dizer

Mas se esta já se encontra morta

Não há janela ao fechar-se a porta

Nada mais resta senão sofrer.

 

A morte será sempre nefasta

Só a vida poderá ser bela

Mas quantas vezes não é ela

Em vez de mãe uma madrasta?

1 comentário

Comentar post